Puede usar las teclas derecha/izquierda para votar el artículo.Votación:1 estrella2 estrellas3 estrellas4 estrellas5 estrellas (4 votos, promedio: 5,00 sobre 5)
LoadingLoading...

Mundo

Papa pede a líderes religiosos em Yangun que “não se deixem igualar pela colonizaçao cultural”

Yangun (Mianmar), 28 nov (EFE).- O papa se reuniu nesta terça-feira com um grupo de 17 líderes representantes das diferentes religiões presentes em Mianmar e pediu que eles defendam suas identidades, que não tenham medo das diferenças e “não se deixem colonizar”.  Francisco falou  Espanhol  y diz que “é maravilhoso ver os irmãos unidos”, mas que “unidos não quer dizer iguais”. “A unidade não é uniformidade”.


Em um país no qual 90% da população é budista, mas com 135 etnias reconhecidas e a presença de várias religiões, Francisco quis manter uma reunião com seus representantes.

O encontro com os líderes budistas, islâmicos, hindus, judeus, anglicanos e católicos birmaneses foi realizado no arcebispado, onde o papa está alojado durante a sua visita à Mianmar.

O bispo John Hssane Hgyi tomou a palavra e, em seguida, se pronunciaram os diferentes representantes, um encontro que durou cerca de 40 minutos, informou o porta-voz do Vaticano, Greg Burke.

Em seu discurso, Francisco falou Espanhol que “é maravilhoso ver os irmãos unidos”, mas que “unidos não quer dizer iguais”. “A unidade não é uniformidade”, acrescentou o pontífice.

Francisco lamentou o fato de o mundo estar experimentando “uma tendência rumo à uniformidade”, o que definiu como “uma colonização cultural”.

“Cada um tem seus valores, suas riquezas, e também suas deficiências. E cada confissão tem suas tradições, suas riquezas para oferecer. E isto somente pode acontecer se vivemos em paz”, afirmou o papa.

“A paz se constrói no coro das diferenças. A unidade sempre se dá na diversidade”, diz o texto do discurso divulgado pelo escritório de imprensa do Vaticano.

Francisco pediu aos líderes birmaneses que “entendam a riqueza das diferenças étnicas, religiosas e populares” que representam.

“Não tenhamos medo das diferenças (…). Construam a paz e não se deixem igualar pela colonização”, afirmou o papa.

Após esta reunião, Francisco se reuniu em particular com o líder budista Sitagu Sayadaw, a quem reiterou que a única via para alcançar a paz é a convivência entre irmãos.

Francisco viajou hoje a Naypyidaw, a capital de Mianmar, para se reunir com o presidente do país, Htin Kyaw, e com a Nobel da Paz e chefe de governo efetiva, Aung San Suu Kyi. (28 noviembre 2017, EFE/PracticaEspañol)

 

Noticia relacionada


(Español) Comprehension

Lee la noticia y responde a las preguntas ( read and answer the questions)

Congratulations - you have completed Lee la noticia y responde a las preguntas ( read and answer the questions). You scored %%SCORE%% out of %%TOTAL%%. Your performance has been rated as %%RATING%%
Your answers are highlighted below.
Question 1
La noticia habla de...
A
el papa Francisco asisten a un encuentro budista en Birmania.
B
el encuentro del papa Francisco en Birmania con 17 líderes religiosos.
C
los líderes religiosos budistas explican sus diferencias al papa Francisco.
Question 2
La noticia dice que en ese encuentro hubo representantes de seis confesiones religiosas.
A
correcto
B
incorrecto
C
improbable
Question 3
Según la noticia, Francisco aboga ante los líderes religiosos por...
A
la riqueza en la uniformidad y la igualdad cultural.
B
la igualdad cultural frente a la uniformidad.
C
la unidad en la diversidad y la humanidad.
Question 4
El papa Francisco dice que ...
A
la armonía es la paz y se aprende de las diferencias.
B
construyen la paz y no se dejan igualar.
C
de las diferencias no se aprende tanto como de la paz.
Once you are finished, click the button below. Any items you have not completed will be marked incorrect. Get Results
There are 4 questions to complete.

Apuntes de gramática: (Español) Subjuntivo e Indicativo


Noticias relacionadas