Puede usar las teclas derecha/izquierda para votar el artículo.Votación:1 estrella2 estrellas3 estrellas4 estrellas5 estrellas (1 votos, promedio: 5,00 sobre 5)
LoadingLoading...

Mundo

A UE termina a lista de países para os quais reabrirá suas fronteiras em julho

Bruxelas / Os estados da União Europeia (UE) terminaram a lista de países considerados “seguros” para os quais suas fronteiras serão reabertas a partir de julho, fechadas desde meados de março devido à pandemia do COVID-19.

Essa lista inicial não inclui os Estados Unidos, que se tornaram o epicentro da pandemia e o país mais afetado, nem a Rússia.

A Croácia, que exerce a presidência do Conselho da UE até o final do mês, lançou um procedimento escrito na segunda-feira e concedeu até terça-feira às 12h00, hora local, para que os Estados membros aprovassem ou rejeitassem o documento, indicaram fontes europeias da EFE.

O texto também incluirá os critérios epidemiológicos a serem considerados para considerar os países “seguros”.

Para aprovação, você precisará de uma maioria qualificada.

Na lista de países “seguros”, embora ainda não oficialmente, Austrália, Argélia, Canadá, China, Coréia do Sul, Geórgia, Japão, Marrocos, Montenegro, Nova Zelândia, Sérvia, Tailândia, Tunísia, Ruanda e Uruguai aparecem em princípio.

Os embaixadores dos vinte e sete já tentaram na sexta-feira passada sem sucesso chegar a um acordo, e a presidência da UE abriu um período de consultas entre as capitais até o sábado, às 18 horas.

Após o prazo, no entanto, não houve consenso; portanto, as consultas sobre o texto com os critérios e a lista de países continuaram no domingo.

Nem o Brasil nem a maioria dos países da América Latina

Na primeira rodada de países cujos nacionais poderão viajar para a UE, nem o Brasil nem a maioria dos países da América Latina serão considerados, considerados pela Organização Mundial da Saúde como o epicentro mundial da pandemia (acumula 25% dos casos em todo o mundo). global) e onde a curva de contágio continua a subir.

No que diz respeito aos critérios de avaliação da situação em cada país, Bruxelas já deixou claro em suas recomendações que primeiro deveriam ser levantadas as restrições de viagem para os países que apresentam uma situação epidemiológica “comparável ou melhor” que a média da UE. .

Critérios “principais”

Os critérios “chave” incluirão o número de novos casos por 100.000 habitantes, a tendência de novas infecções e a resposta geral do país à pandemia por aspectos como testes, vigilância, rastreamento, tratamento ou notificação facilitado.

Estados-Membros como Espanha e Itália insistiram nas últimas semanas na necessidade de coordenação européia ao suspender as restrições de viagens.

No início de junho, em uma carta dirigida à Presidente da CE, Ursula von der Leyen, o Presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, e o Primeiro Ministro italiano, Giuseppe Conte, pediram a remoção das restrições de viagem no país. As fronteiras comunitárias foram estabelecidas de forma coordenada e não discriminatória entre todos os Estados-Membros.

Eles também defendiam critérios epidemiológicos “comuns, claros e transparentes” e um processo “gradual” e “coordenado” de reabertura.

Por outro lado, a ministra das Relações Exteriores da Espanha, Arancha González Laya, garantiu na segunda-feira que não está ciente de que os Estados Unidos pressionaram a União Europeia para abrir suas fronteiras ou que qualquer país europeu manifestou interesse ou necessidade da abertura.

O chefe da diplomacia espanhola disse que a lista inicial de estados para os quais as fronteiras da UE serão abertas na próxima quarta-feira é curta, de cerca de quinze países, entre os quais os Estados Unidos não estão.

De qualquer forma, ele especificou que a lista será revisada continuamente para expandi-la gradualmente para outros países que estão controlando a epidemia, mas também para reverter se houver um aumento de infecções em um determinado Estado. (29 de junho de 2020, EFE / PracticaEspañol)

(Tradução automática)

As notícias em vídeo relacionadas:


Comprensión

Lee la noticia y responde a las preguntas

Congratulations - you have completed Lee la noticia y responde a las preguntas.

You scored %%SCORE%% out of %%TOTAL%%.

Your performance has been rated as %%RATING%%


Your answers are highlighted below.
Question 1
Principalmente el texto habla de...  
A
por qué las fronteras de la UE se cerraron hace unos meses.
B
cuál es el país que la OMS considera actualmente como el epicentro de la pandemia. 
C
los países que tendrán las fronteras abiertas en la UE.
Question 2
En el texto se dice que...  
A
las fronteras de la UE seguirán cerradas para todos los países del continente americano.
B
en ese listado de países seguros no solo hay países de América sino también de África y de Asia.
C
se desmiente que las fronteras aún vayan a estar cerradas para EE.UU. y Rusia.
Question 3
Tras leer el texto entendemos que...  
A
la situación epidemiológica  de un país no tiene nada que ver con la reapertura de una frontera.
B
España también ha hecho hincapié en la necesidad de que haya una coordinación cuando las restricciones se vayan levantando.
C
no es cierto que haya aumentado el número de casos de COVID-19 en los países de Latinoamérica.
Question 4
En el texto se dice que...  
A
es posible que otros países se vayan añadiendo a esa lista si su situación epidemiológica mejora.
B
las fronteras de la UE serán reabiertas en el mes de julio del año que viene.
C
González Laya confirma que hubo presiones de EE.UU. a la UE para que fuera incluido en esa lista de países seguros.
Question 5
La fronteras no se reabrirán para Brasil ni tampoco para China.  
A
Así es.
B
No se sabe.
C
Para nada.
Question 6
En el vídeo se ve que...  
A
los viajeros llevan mascarillas para protegerse del COVID-19.
B
no hay nadie en el aeropuerto.
C
ningún pasajero está manteniendo una distancia de seguridad para evitar contagios.
Once you are finished, click the button below. Any items you have not completed will be marked incorrect. Get Results
There are 6 questions to complete.

Noticias al azar

Multimedia news of Agencia EFE to improve your Spanish. News with text, video, audio and comprehension and vocabulary exercises